Monthly Archives: Março 2011

Grupo OKA no jornal NIPPAK

Anúncios

Exposição Acqua Águas Aguadas Aquarelas

As integrantes do Oka – Marinês Takano e Fátima Lourenço estão participando dessa exposição.

Oscar D’Ambrosio- exposição Florestas

Exposição Florestas

           

A Assembleia Geral da ONU declarou 2011 como o Ano Internacional das Florestas. Isso significa que haverá uma especial promoção de atividades voltadas para o comprometimento com o manejo sustentável, a conservação e o desenvolvimento das florestas em todo o mundo.

O objetivo é conscientizar sobre o papel decisivo que as florestas desempenham no crescimento global responsável. O Ano Internacional das Florestas auxiliará a mobilização da comunidade mundial para assegurar que elas sejam manejadas de modo a garantir sua subsistência para a geração atual e as futuras.

            A exposição do Grupo OKa intitulada “Florestas” toma como mote o papel fundamental das pessoas na gestão, conservação e exploração equilibrada das florestas do mundo. Afinal, elas, além de terem água potável, fornecem abrigo e habitat para uma diversidade biológica que é fonte de alimentos e medicamentos para a humanidade.

            As florestas desempenham ainda um papel vital na estabilização do clima e do meio ambiente. O Banco Mundial estima que 60 milhões de pessoas são totalmente dependentes das florestas e 350 milhões tem alta dependência delas para subsistência e renda.

            O desafio do Grupo é alertar, com recursos plásticos e visuais, que a exploração florestal, sem o devido manejo dos recursos naturais, produz impactos negativos, como perda de biodiversidade, mudanças climáticas (o desmatamento contribui com 20% para o efeito estufa) e extinção de meios de subsistência dos povos das florestas. 

            Tendo em vista que a floresta cobre cerca de 30% da superfície terrestre, a realização da fotossíntese nessas áreas é relevante, já que o processo permite a  produção de oxigênio a partir do dióxido de carbono. Além disso, elas são uma fonte de riqueza por fornecer madeira, resina, celulose, cortiça e frutos.

A proteção do solo da erosão, o acúmulo de substâncias orgânicas, o favorecimento da piscicultura, a criação de postos de trabalho e o fornecimento de materiais para exportação melhoram a qualidade de vida. Com esse ponto de partida, os artistas apresentarão trabalhos coletivos e individuais numa jornada plástica e simbólica.

 

            Oscar D’Ambrosio, doutorando em Educação, Arte e História da Cultura na Universidade Mackenzie, é mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Unesp. Integra a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA-Seção Brasil).

 

Exposição do Grupo OKA: FLORESTAS

Todos os integrantes do Grupo OKA estão participando.

Calendário OKA – Março