Exposição: “Florestas” no Laboratório das Artes em Franca – SP

Exposição: “A poesia de Yu Xuanji em imagens” – Reitoria da Unesp

“A poesia de Yu Xuanji em imagens”

Júlio Cezar Durigan, excelentíssimo vice-reitor no exercício da reitoria, tem o prazer de convidá-lo para a abertura da exposição de artes visuais A poesia de Yu Xuanji em imagens, com obras produzidas por artistas plásticos do Grupo Oka, com curadoria de Oscar D’ Ambrosio, a partir de poemas do livro da poeta chinesa Yu Xuanji, publicado pela Editora Unesp, a realizar-se às 8h30, no dia 27 de outubro de 2011 no saguão de entrada da Reitoria. A exposição é uma iniciativa da parceria Proex – Pró-reitoria de Extensão, Assessoria de Comunicação e Imprensa da Unesp, Instituto Confúcio da Unesp e Editora Unesp.

A tradução de Poesia Completa de Yu Xuanji demorou dois anos, sendo a primeira vez que um poeta chinês tem sua obra completa traduzida no Brasil, e diretamente do mandarim, em edição bilíngüe. Yu Xuanji (844 – 869 d.C.) é uma das principais poetas da Dinastia Tang (618 – 905 d.C.), considerada a “Idade de Ouro” da cultura e da poesia clássica chinesa. Esse período teve mais de 2.200 poetas – 190 deles mulheres.

Ex-concubina, monja taoísta e cortesã, Yo Xuanji era uma mulher de vida livre para os padrões da época. Sua poesia reflete seu espírito precursor, rompendo com a tradicional voz feminina associada à humildade e à submissão. Perseguida e acusada de assassinato, a poeta morreu aos 26 anos. Historiadores associam as condições de sua morte à polêmica gerada pelos conceitos libertários que disseminava.

Artistas participantes

Grupo Oka: Eiji Yajima, Eduardo Schamó, Fátima Lourenço, M. Clarice Sarraf, Marinês Takano, Marli Takeda, Matiko Sakai, San Bertini, Sheila Oliveira, Shizue e VPadin

Artista convidada: Neide Marcondes de Faria

Curadoria: Oscar D’ Ambrosio

Local: Reitoria da Unesp

De: 27 de outubro a 21 de novembro

Endereço: Rua Quirino de Andrade, 215 – Centro – São Paulo

Este slideshow necessita de JavaScript.

Exposição: “Gavetas do Tempo”

Este slideshow necessita de JavaScript.

Exposição “Gavetas do Tempo” – Galeria Polytheama em Jundiaí

Este projeto plástico do Grupo Oka associa as gavetas, concebidas como objetos plásticos, com a memória que temos do tempo. A passagem dos minutos torna-se assim um assunto a desafiar a própria vida humana, presa, pelos mais diversos motivos, àquilo que o relógio marca.

O projeto trata então do tempo e do seu movimento. Nessa viagem, concebe-se o espaço expositivo como um túnel do tempo. As gavetas permitem tanto homenagear o centenário do Teatro Polytheama, celebrado em 2011, como, abertas ou fechadas, indicar uma maneira de se relacionar com os objetos que guardamos ao longo do tempo. Cada ação de coletar um objeto e preservá-lo cristaliza um depoimento visual.

Compromissos são administrados pelo relógio e tanto se pode estar com pressa de chegar algum lugar como simplesmente esperar o tempo passar quando não se têm obrigações agendadas. O correr das horas pode, portanto, ser pilotado com estresse e desespero ou liberdade e menor pressão.

Ficar estático, nesse processo, significa perder o passo. Caminhar, abrindo e fechando as gavetas da memória, pode ser visto como a conquista de um espaço particular. Cada artista desta exposição, além de refletir sobre essas questões com um trabalho próprio, participa da concepção e execução das obras coletivas. Tudo a seu tempo.

Curadoria:   Oscar D’Ambrosio

Artistas participantes:

Auro Okamura, Eduardo Schamó, Eiji Yajima, Fátima Lourenço, Marines Takano, M. Clarice Sarraf, Matiko Sakai, San Bertini, Sheila Oliveira, Shizue e VPadin

Oka: um grupo em transformação

Muitas mudanças e transformações ocorreram durante o primeiro ano de existência do Grupo Oka.  Após um ano de jornada alguns integrantes resolveram seguir seus caminhos e, como em qualquer grupo, períodos de adaptações ocorrem…   Iniciamos então este 2012 com um número menor de integrantes, mas mesmo assim com muitas idéias, projetos, exposições e principalmente muita união…   Cada um do grupo possue uma trajetória muito diferente dos demais e nessa diversidade de linguagens e poéticas é que reside nossa maior força.   Novas propostas e novos desafios é o que esperamos para esta nova etapa, neste novo ano que já começou…

Sejam bem vindos… ao mundo Oka

Um ano do Grupo OKA

Exposição Florestas

Exposição Florestasdo Gruo OKA na Globo.

Veja o link (em 2 minutos e 20 segundos desse video) http://g1.globo.com/videos/sao-paulo/v/radar-sp-1908/1602446/#/Todos%20os%20v%C3%ADdeos/page/22